Menu Close

Quem Tem Parafuso No Tornozelo Pode Fazer Academia

Quem tem um parafuso do tornozelo pode fazer exercícios de academia?

Se você está preocupado que não possa se exercitar na academia depois de pegar um parafuso no tornozelo, ainda pode realizar uma variedade de exercícios. Existem opções que podem ajudá -lo a voltar à forma após uma lesão no tornozelo, incluindo exercícios em faixas de água e resistência. Mas tenha cuidado ao escolher quais máquinas usar. Algumas máquinas podem prejudicar um tornozelo e outras podem não ser seguras de usar.

Exercícios para lesões no parafuso do tornozelo

Vários exercícios podem ser feitos para fortalecer o tornozelo e os ligamentos após uma lesão no tornozelo. Depois de recuperar sua amplitude de movimento e o peso pode ser colocado no tornozelo, você pode começar a trabalhar no seu programa de exercícios. Lembre -se de não isolar o tornozelo ferido durante seus exercícios. Você precisa usar seu outro tornozelo saudável para fortalecer o ferido. Por exemplo, você pode dobrar o joelho em uma perna e circular o pé e o tornozelo no sentido horário, mantendo uma posição neutra na outra perna.

Um ligamento tibiotal é um ligamento que conecta os ossos do tornozelo. Se esse ligamento estiver danificado, o osso do tornozelo poderá mudar. Quando isso acontece, você pode ter uma lesão por sindose. Atualmente, os parafusos metálicos são o padrão -ouro de tratamento para lesões por sindesmose no tornozelo. No entanto, eles exigem uma segunda intervenção durante a reabilitação e carregam um risco inerente de quebra. Para evitar esses problemas, alguns médicos usam um implante de tornozelo de corda bamba (R), que envolve um fio de fibra inserido pela tíbia e fíbula. Ajuda a estabilizar o mortise do tornozelo, permitindo que você obtenha uma amplitude de movimento completa.

Um fisioterapeuta pode recomendar alguns exercícios para fortalecer os músculos do tornozelo após uma lesão no tornozelo. Os exercícios podem ser simples a princípio, mas devem gradualmente se tornar mais desafiadores à medida que você se recupera. Você pode começar com um exercício simples, como ficar em uma perna enquanto fecha os olhos. Em seguida, aumente a complexidade e a carga dos exercícios para que você possa imitar os movimentos que faria nos esportes.

A fisioterapia também é uma ótima idéia para fortalecer o tornozelo após uma fratura no tornozelo. A fisioterapia não apenas pode ajudar seus músculos a se recuperar, mas também aumentará sua chance de recuperação total. As fraturas do tornozelo podem levar meses para curar, mas com o programa de exercícios adequado, você pode retornar a muitas de suas atividades.

Os melhores exercícios para um tornozelo ferido são aqueles que fortalecem todo o seu corpo, o que ajuda a estabilizar o tornozelo. Os fisioterapeutas podem recomendar esticar a panturrilha e os músculos glúteos, bem como seu núcleo para ajudar o tornozelo a ser mais estável. Os exercícios no tornozelo devem ser feitos por pelo menos seis vezes por dia, depois de atividades como correr ou mesmo antes de ir para a cama.

Você pode iniciar esses exercícios assim que recuperar a mobilidade. Esses exercícios incluem exercícios para apontar os dedos dos pés para cima e para baixo, mover o pé e sair e manter cada posição por alguns segundos. Repita esses exercícios para 10 a 15 repetições. Você também pode tentar exercícios que ajudem a melhorar seu equilíbrio. Um desses exercícios é o exercício do alfabeto, onde você usa o pé para desenhar as letras do alfabeto na parte superior e na minúscula.

Exercícios na água

Realizar exercícios na água pode ajudar a fortalecer os músculos no tornozelo. A resistência natural das águas permite exercitar o tornozelo, enquanto a flutuabilidade da água suporta a maior parte do peso corporal e alivia a pressão na articulação do tornozelo. No entanto, é importante consultar seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios.

Quando você estiver iniciando programas de exercícios, lembre -se de começar com uma repetição baixa e, em seguida, construa repetições mais altas. Isso ajudará você a evitar o uso excessivo. É melhor começar com três a oito repetições de um movimento específico. Se você começar a sentir dor depois de uma a duas horas, poderá ter usado demais o exercício e deve reduzir as repetições.

A água também fornece uma resistência natural ao corpo e aos músculos, por isso é um ótimo exercício de baixo impacto. Isso significa que você pode fazer exercícios difíceis em terra e melhorar sua força e flexibilidade. Além disso, como a água fornece muita resistência, ela pode ajudá -lo a se recuperar mais rapidamente de uma lesão.

Os exercícios de água também são úteis para pessoas com artrite. A flutuabilidade e o calor da água podem ajudar as pessoas a exercer suas articulações. Pessoas com artrite devem consultar o médico antes de iniciar qualquer exercício de água. No entanto, você pode facilmente fazer exercícios de água morna na privacidade de sua casa com uma piscina. As piscinas oferecem mais espaço para fazer exercícios mais vigorosos do que spas, o que é ideal para pessoas com artrite.

Os agachamentos de água são um excelente exercício para começar. Os agachamentos na água são uma ótima maneira de aumentar sua força no núcleo e melhorar sua mobilidade. Você pode realizar esses exercícios enquanto usa um par de sapatos de água para manter sua tração no fundo da piscina. Você também pode tentar fazer aumentos de braço na água.

Exercícios com bandas de resistência

Existem vários exercícios que você pode fazer com bandas de resistência. Eles são seguros para usar em qualquer lugar e podem ser anexados a um objeto estável. Isso permite uma variedade maior de exercícios. Por exemplo, você pode fazer uma flexão no tornozelo com uma perna enquanto a outra está dobrada em um ângulo.

Um exercício que ajuda a construir quadríceps é o exercício da banda de loop. Para fazer isso, você precisará de um suporte baixo e uma faixa de resistência ao redor do tornozelo. Em seguida, diferencie a largura do quadril e afaste-se da âncora. Sua perna direita deve ser levantada do chão enquanto a perna esquerda está dobrada. Eventualmente, você deve retornar à posição inicial e repetir.

Outro exercício que usa uma banda de resistência é o exercício de remo. Isso é semelhante a fazer flexões, mas, em vez de usar pesos, você usa uma faixa de resistência. Em vez de levantar pesos, você puxa a banda. Este exercício funciona nos músculos dos ombros, na parte superior das costas e nos músculos do núcleo. Você deve executar de 10 a 12 repetições deste exercício.

Os exercícios da banda de resistência são outra ótima maneira de construir força e flexibilidade. Eles também trabalham músculos importantes para a estabilidade. Eles também ajudam a melhorar a postura. Esses exercícios devem ser realizados lenta e cuidadosamente. Ao usar bandas de resistência, certifique -se de ajustar os níveis de resistência, conforme necessário. Se você não tiver certeza de quanta resistência precisa, consulte seu fisioterapeuta ou personal trainer antes de implementar quaisquer exercícios.

Outro exercício que ajudará a fortalecer os músculos do tornozelo é a técnica de mobilização do tornozelo. Para fazer isso, levante o pé sobre o calcanhar do outro pé. Você pode segurar uma toalha no chão para equilibrar e abaixar lentamente o pé do chão. Depois de terminar de fazer este exercício, pare o exercício se sentir alguma dores agudas.

Usar bandas de resistência para exercícios é outra ótima maneira de fortalecer os músculos do tornozelo. Você também pode usá -los para fortalecer seus glúteos e acostumar seu corpo a se mover em diferentes planos de movimento. Este é um ótimo exercício para pessoas com parafusos no tornozelo, porque você pode se concentrar em fortalecer os músculos do tornozelo sem esticar o tornozelo.

Existem muitos exercícios que você pode fazer com bandas de resistência para melhorar sua força e amplitude de movimento. As bandas de resistência também são eficazes para criar seu núcleo e melhorar sua flexibilidade. Você pode fazer esses exercícios como parte de um programa de treinamento de circuito. Durante o seu treino, você pode completar três a cinco rodadas de 12 a 15 repetições de cada exercício.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *