Menu Close

Qual Exercicio Melhor Para Quem Tem Paraparesia Espastica

Qual exercício melhor para aqueles com paraparesia espástica?

Se você tem paraparesia espástica, precisa saber como se exercitar corretamente. Primeiro, você deve entender a resposta do seu corpo a diferentes tipos de estimulação. Em seguida, você deve manter uma boa técnica para evitar lesões causadas por movimento repetitivo ou excesso de trabalho de um único músculo. Você também deve evitar o uso de máquinas ou equipamentos que o jogam fora de posição. Por fim, você deve pedir a alguém para ajudá -lo enquanto usa o equipamento.

Levantamento de peso

Existem muitos benefícios do levantamento de peso para paraplégicos, incluindo a prevenção da atrofia muscular e o aumento da força física. No entanto, esses exercícios devem ser realizados sob a supervisão de um fisioterapeuta. É essencial usar o equipamento correto, e alguns tipos de exercícios são perigosos e podem levar a lesões adicionais. Aeróbica aquática é outro exercício benéfico para paraplégicos. Esses exercícios permitem que paraplégicos saem de uma cadeira de rodas e exercitem os braços.

A paraparesia espástica hereditária pode assumir muitas formas. A condição é causada por uma variedade de anormalidades genéticas. A doença é causada pela degeneração das vias nervosas que transportam sinais do cérebro pela medula espinhal. Isso pode afetar qualquer pessoa em qualquer idade, e o tratamento geralmente se concentra no gerenciamento dos sintomas. A fisioterapia pode melhorar a amplitude de movimento e resistência, enquanto a medicação pode reduzir a espasticidade.

Pacientes com paraplegia espástica hereditária devem consultar um especialista em medicina física e reabilitação. A fisioterapia regular pode melhorar a amplitude de movimento, aumentar a força muscular e melhorar o condicionamento cardiovascular. Os fisioterapeutas podem consultar um neurologista para determinar a melhor fisioterapia para indivíduos com paraparesia espástica.

Aeróbica aquática

O melhor exercício para a paraparesia espástica envolve aeróbica aquática. Ele fornece condições ideais para o exercício, reduzindo a pressão nas articulações e aliviam a dor nas costas. Também oferece relaxamento e redução do estresse. Aqui estão alguns exercícios que você pode tentar.

A resistência natural fornecida pela água permite que os pacientes atinjam áreas fracas do corpo e construam sua força. Também é eficaz para ajudar a aumentar a densidade óssea e a massa muscular. Além disso, a resistência natural fornecida pela água ajuda no efeito alívio da dor deste exercício.

Pessoas com paraparesia espástica devem evitar trabalhos pesados ou atividades de alto impacto. A realização de exercícios aeróbicos enquanto na água reduz o estresse na coluna vertebral e ajuda os pacientes a se recuperarem mais rapidamente de lesões. Além disso, a aeróbica da água permite que aqueles com lesões na medula espinhal realizem elementos ginásticos em um ambiente menos estressante.

A resistência fornecida pela água é maior que a do ar; portanto, os músculos devem exercer mais esforço para manter sua velocidade normal na água. Isso ajuda a criar força muscular e melhorar a resistência. O aumento do trabalho realizado pelos músculos também impede a atrofia muscular e melhora a mobilidade.

A aeróbica da água é benéfica no fortalecimento dos músculos nas extremidades superior e inferior. A temperatura da água não deve estar abaixo de 32 graus Celsius para exercícios eficazes. Os exercícios de natação para aqueles com paraparesia espástica devem ser ensinados ao paciente em uma posição supina, o que melhora a capacidade de endireitar as pernas. O exercício também tem um impacto psicológico positivo nos pacientes, dando -lhes esperança de que sua condição melhore. Isso os torna mais envolvidos em seu regime de tratamento.

Outra forma de exercício aquático é o treinamento de força aquática. Esses exercícios melhoram a força e a flexibilidade das pernas, reduzindo o estresse nas articulações. O treinamento aquático de força também permite que os pacientes tenham atingir áreas específicas do corpo e reduzem a dor. Este exercício é especialmente benéfico para as vítimas de derrame por causa do apoio adicional fornecido pela água.

Pessoas com paraparesia espástica devem procurar aconselhamento médico antes de iniciar qualquer rotina de exercícios físicos. Os terapeutas físicos e ocupacionais podem oferecer reabilitação para pacientes com paraparesia espástica. Esses profissionais têm acesso a equipamentos especializados, técnicas terapêuticas e tratamentos para essa condição.

Exercício cardiovascular

O exercício pode melhorar muitos aspectos da vida das pessoas, da aptidão cardiorrespiratória à força e flexibilidade muscular. Também pode reduzir a fadiga e melhorar a cognição. No entanto, é importante considerar vários fatores antes de iniciar qualquer tipo de programa de exercícios. Existem vários tipos de exercício e alguns são mais seguros que outros.

A fisioterapia é importante para aqueles com paraparesia espástica. Um fisioterapeuta prescreverá um programa de reabilitação personalizado para sua condição. A fisioterapia também pode ajudar a reduzir a dor e a rigidez. A equipe de saúde também prescreverá medicamentos que podem ajudar a reduzir a dor e a rigidez.

O exercício é essencial para o corpo continuar funcionando. Um programa de exercícios cardiovasculares deve aumentar a freqüência cardíaca e melhorar o condicionamento físico. No entanto, as diretrizes não indicam especificamente qual deve ser a frequência cardíaca. Indivíduos com paralisia podem não ser capazes de atingir as batidas cardíacas recomendadas. Portanto, é importante começar devagar e aumentar os níveis recomendados.

Embora nenhum tratamento específico esteja disponível para paraplegia espástica hereditária, a fisioterapia é uma terapia comum para pessoas com outros tipos de paraplegia. A fisioterapia ajuda uma pessoa a manter a amplitude de movimento, força muscular e condicionamento cardiovascular. Além disso, os fisioterapeutas podem consultar um neurologista para ajudar uma pessoa com paraplegias espásticas hereditárias.

Estimulação elétrica

A estimulação elétrica é o exercício mais eficaz para a paraparesia espástica, pois pode ajudar a restaurar o movimento dos músculos paralisados. Existem diferentes tipos de estimulação elétrica e diferem de acordo com a tarefa. Por exemplo, a estimulação em loop aberto usa uma saída elétrica constante do estimulador, enquanto a estimulação em circuito fechado usa informações de feedback dos músculos, como posição da articulação e força. A estimulação em circuito fechado pode estimular vários grupos musculares simultaneamente e ser usado para atividades funcionais complexas.

Níveis baixos de corrente elétrica podem estimular com segurança e eficácia o tecido neural, produzindo respostas mínimas e biologicamente aceitáveis. Outra vantagem da estimulação elétrica é a amplificação da energia. Requer apenas alguns miliwatts de eletricidade para gerar cem cem metros de torque em um membro inferior.

Os pesquisadores também descobriram que a estimulação elétrica pode ser usada para restaurar a função da extração superior. Eles realizaram estudos para determinar se poderia melhorar a função muscular e óssea naqueles com LM. Os resultados desses estudos mostram que isso pode ajudar aqueles com SM Stand ou Walk.

O procedimento é mais eficaz se combinado com o exercício de reabilitação. No entanto, não é eficaz por si só. Uma combinação de eletro-acupuntura e fisioterapia é melhor para espasticidade. Embora a estimulação elétrica não seja o melhor exercício para pessoas com paraparesia espástica, combinada com o exercício de reabilitação, isso pode melhorar significativamente a condição.

O principal componente de um sistema FES é um estimulador eletrônico baseado em microprocessador. Este dispositivo determina o momento da estimulação e fornece pulsos individuais aos músculos afetados. O sistema pode ser personalizado para fornecer estimulação a um grupo muscular específico. Além disso, o estimulador pode armazenar diferentes programas para diferentes atividades.

A estimulação elétrica pode melhorar a aptidão cardiovascular, impedir a atrofia muscular e manter a massa óssea. No entanto, não é recomendado para aqueles com marcapassos. Se você tem paraparesia espástica, converse com seu médico antes de iniciar qualquer terapia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *