Menu Close

A História Do Cinema Para Quem Tem Pressa Pdf

A história do cinema para aqueles com pressa

A história do cinema é um assunto fascinante para fãs de filmes. É uma história cronológica do cinema, do século XIX até os dias atuais. O artigo contém uma introdução, os primeiros anos, os desenvolvimentos em tecnologia e o impacto nas artes e indústrias.

Primeiros anos de cinema

Se você estiver com pressa, pode pular a história dos cinemas, assistindo filmes no início do século XX. Enquanto a maioria desses filmes apresenta uma única foto, alguns incluem narração, efeitos sonoros e música. De muitas maneiras, esses filmes são os primeiros exemplos de filmes.

Antes da Primeira Guerra Mundial, Gaumont e Pathe dominaram a produção, exposição e vendas de filmes. Eles também deslocaram efetivamente o modo artesanal de cinema que havia florescido com cineastas britânicos como George Melies. Apesar disso, alguns filmes iniciais ainda valem a pena assistir hoje.

O cinema também experimentou muitas mudanças ao longo das décadas. Na década de 1920, muitas indústrias cinematográficas estavam estabelecendo indústrias de cinema nacionais. Na década de 1930, os Estados Unidos eram apenas apenas para a Europa na produção de filmes, com a França e a Inglaterra liderando o desenvolvimento da arte. Em 1896, a Grã -Bretanha havia desenvolvido seu primeiro projetor de cinema, chamado de teatro. Este projetor usou três projetores e uma tela curva profunda. Isso criou um maior senso de imersão para o público.

Os primeiros filmes produzidos pelos primeiros cineastas eram frequentemente curtos e silenciosos. Embora possam não ter sido os mais impressionantes, esses filmes eram populares e mudaram o mundo. No século XX, os filmes se tornaram mais interativos e mais realistas, com os atores se tornando parte da ação.

Desenvolvimentos em tecnologia

A história do cinema foi marcada por muitos desenvolvimentos em tecnologia. A introdução de som, filme colorido, som widescreen e efeitos especiais foram avanços significativos. Esses avanços mudaram o cinema em todos os níveis. Embora os avanços tecnológicos sejam uma parte essencial do cinema, também existem fatores artísticos e industriais que influenciam o avanço do meio. Por exemplo, algumas inovações importantes eram caras de introduzir e foram lideradas por grandes estúdios.

Os efeitos digitais estão se tornando mais avançados. Por exemplo, as recriações digitais de artistas falecidos agora são comuns. Embora essa tecnologia exista há muito tempo, é apenas nos últimos anos que se tornou mais realista. Os efeitos digitais agora são capazes de recriar as pessoas o mais próximo possível e podem produzir fac -símiles realistas de pessoas que morreram. No entanto, esses avanços também estão levantando questões éticas.

Na década de 1980, a introdução do videocassete mudou a produção de filmes. Ele criou um novo mercado de massa de telespectadores de filmes caseiros. As melhorias na animação por computador levaram a mais efeitos especiais em filmes, incluindo o Matrix e o Jurassic Park. O primeiro filme de computador lançado comercialmente, Toy Story, usou a captura de movimento para gravar movimentos físicos em tempo real e tornar as criações digitais mais realistas.

Além das melhorias na tecnologia de filmes, a história do cinema também viu o advento do formato widescreen. Esse formato usou três projetores e uma tela curvada para criar uma imagem mais ampla e mais profunda para uma experiência de visualização aprimorada. Com isso, a proporção de um cinema foi dobrada de sua 1,66: 1 para 2,35: 1 original. Essa mudança fez do cinema uma experiência mais imersiva para o público.

Impacto na arte

O impacto do cinema na arte e na cultura é multifacetado. Há muito tempo tem sido um meio popular de transportar idéias e transmitir histórias, mas também está no coração dos reinos econômicos, políticos e culturais. Entre suas características mais impressionantes estão sua sofisticação tecnológica e o registro automático de sons e vistas. Seus muitos elementos o tornam um meio único que exige que os alunos sejam intérpretes e historiadores. Eles devem mudar constantemente entre o exame objetivo do contexto e a imersão subjetiva da experiência.

Arte e cinema estão inextricavelmente ligados. Ambas as formas de mídia evocam emoção em seus espectadores, tornando -os capazes de simpatizar. Por exemplo, os filmes convencionais de Hollywood provocam empatia por meio da personificação, enquanto os filmes de arte deduramatizados promovem a empatia através da imaginação e leitura da mente. Embora o filme não seja o único meio de arte, sua influência na cultura é profunda.

O cinema influenciou a maneira como os sudaneses pensam sobre a arte e sua importância. Isso fez as pessoas reavaliarem o papel da arte na sociedade. Preserva a memória coletiva, cria consciência e nos permite expressar nossos pensamentos. Também aumenta nosso senso de si. Tornou -se uma ferramenta poderosa para mudanças positivas.

Nos primeiros dias do cinema, a arte era frequentemente incorporada à forma de arte. Filmes como Intolerância e Linferno foram considerados os primeiros filmes de arte. Na década de 1920, o movimento cinematográfico de vanguarda na França, que incluía dadaístas proeminentes, usou o filme como um meio de transcender os limites tradicionais da narrativa narrativa e da tradição burguesa. Vários artistas, incluindo Man Ray, usaram o filme como um meio para explorar tempo e espaço.

O início do século XX testemunhou o rápido crescimento da indústria de cinema, tornando -o uma das indústrias mais lucrativas e prósperas dos Estados Unidos e da França. Na Grã -Bretanha, os ingressos para o cinema foram vendidos por quase um bilhão de libras por ano. Como resultado, o cinema contribuiu enorme para a economia antes da televisão e outras formas de mídia de massa estavam amplamente disponíveis.

O crescimento da indústria se deveu em parte a novos mercados na Ásia e na Europa Oriental. Esses novos mercados cresceram consideravelmente, o que levou a União Europeia a subsidiar a indústria cinematográfica audiovisual em larga escala. No entanto, isso teve efeitos econômicos mistos. Esses filmes feitos na Europa custam uma média de 500.000 euros e foram de 70 a 80% financiados pelo estado. Enquanto arrecadavam oitocentos milhões de dólares em todo o mundo, sua participação no mercado era menos da metade do que era nos Estados Unidos.

Com esse novo fluxo de receita, os cinemas conseguiram aumentar os preços dos ingressos para seus filmes. Isso atraiu os consumidores a visitar os cinemas. Além disso, os espectadores foram capazes de experimentar uma ampla gama de filmes e filmes de alta qualidade, o que ajudou a indústria a se tornar mais lucrativa. Além disso, o aumento da demanda por filmes levou a uma corrida de qualidade entre os produtores de filmes.

Impacto no público

Os filmes têm a capacidade de influenciar as crenças, a mentalidade e os valores do público. Eles servem como comentários sociais e refletem atitudes culturais. Um exemplo recente é o filme American Beauty, que gerou controvérsia nos EUA, mas aumentou em popularidade no exterior. Além disso, os filmes podem transmitir informações sobre sociedades anteriores e gerações de ponte.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *