Suíços hesitam em trabalhar de casa

0
270
A woman sits in bed and writes emails, pictured on January 4, 2013, in Switzerland. (KEYSTONE/Gaetan Bally) Eine Frau sitzt im Bett und schreibt E-Mails, aufgenommen am 4. Januar 2013. (KEYSTONE/Gaetan Bally)

Embora a prática tenha quadruplicado na Suíça durante os últimos 15 anos, apenas 2,7% dos funcionários trabalham de casa regularmente.

De acordo com um estudo divulgado pela Secretaria Federal de Estatísticas na terça-feira (7), o trabalho de casa ainda é uma exceção na Suíça, com cerca de 120.000 pessoas que utilizaram a opção “habitualmente”, ou seja, mais de 50% do tempo em 2015.

No entanto, até 20% dos funcionários trabalhava de casa pelo menos ocasionalmente.
Esses valores estão relacionados ao “teletrabalho”, que o estudo define como o trabalho que “envolve o uso da internet na troca de dados com o empregador ou o cliente”.

Quando os números dos teletrabalhadores ocasionais e habituais foram combinadas, o estudo revelou que a prática de trabalhar de casa quadruplicou na Suíça entre 2001 e 2015.

A área da informação e comunicação é a que mais teve funcionários trabalhando de casa, com mais de 50% trabalhando dessa forma, pelo menos ocasionalmente.

Os setores educacional, científico e técnico, bem como o financeiro também relataram percentagens relativamente elevadas de, pelo menos, trabalhos ocasionais de casa.

O estudo da Secretaria Federal de Estatísticas da Suíça tratou apenas do trabalho feito de casa, e não levou em conta o trabalho feito de outros lugares ou em viagens.

Fonte: Swissinfo