Suíça torna-se primeiro país europeu a vender alimentos feitos de insetos

Supermercados vão vender hambúrgueres e almôndegas de larvas

0
24
Larvas do Bicho-da-farinha REUTERS KIM HONG-JI

A Suíça vai tornar-se este mês o primeiro país europeu onde são vendidos legalmente produtos alimentares feitos a partir de insetos e vermes. A partir de 21 de agosto, a segunda maior cadeia de supermercados na Suíça vai colocar nas prateleiras, por exemplo, hambúrgueres ou almôndegas feitos de larvas.

Os novos produtos alimentares chegam aos supermercados Coop após uma revisão das normas de segurança alimentar suíças, em maio deste ano, refere a AFP. As novas regras permitem a venda para consumo humano de comida com grilos, gafanhotos e larvas do bicho-da-farinha.

Os insetos devem ser criados sob condições especiais e em locais autorizados pelas autoridades suíças de segurança alimentar.

Os supermercados Coop não excluem a hipótese de venderem os insetos inteiros, secos ou congelados, mas para já querem ver a reação inicial dos clientes, conforme a porta-voz Angela Wimmer disse ao jornal The Local.

“Estamos convencidos de que há uma verdadeira procura por estas especialidades culinárias”, explicou Wimmer.

Estes insetos têm tantas proteínas como a carne ou o peixe e são ricos em vitaminas, minerais e aminoácidos, segundo o jornal suíço.

O Parlamento Europeu aprovou em outubro de 2015 uma lista de “novos alimentos”, na qual se encontram insetos, fungos ou algas.