Salada de fruta

0
113

Pedaço a pedaço, aprenda a incluir este alimento indispensável no seu dia a dia. Qual é coisa qual é ela que é vermelha, redonda, frágil e que tem uma quantidade de antioxidantes dez vezes superior aos brócolos ou ao tomate? Não, não se trata de um novo comprimido da longevidade. A resposta está em plena natureza ou melhor num arbusto. Referimo-nos à framboesa. A descoberta é recente e, segundo os cientistas holandeses que conduziram o estudo, coloca este fruto no topo da lista dos mais ricos em antioxidantes. Isto porque a framboesa, além de incluir vitamina C e antocianina, deve cinquenta por cento do seu efeito antioxidante a um ingrediente muito especial: elagitanina. Este valioso elemento, presente em pequena quantidade nos morangos, é considerado raro e apenas nas framboesas está igualmente representado. Mas os benefícios da fruta não se limitam a esta espécie de tons vermelhos e nada como os conselhos de uma especialista para a guiar na elaboração da salada perfeita. Alexandra Bento, nutricionista, explica-nos por que a fruta deve estar no centro da mesa. Qual a importância da fruta na alimentação? Os frutos são alimentos protetores, reguladores e ativadores de funções vitais. Isto porque são ricos em vitaminas, minerais e fibras, bem como micronutrientes essenciais. Algumas das suas propriedades protetoras, nomeadamente na luta contra o envelhecimento precoce e na prevenção de cancro, devem-se ao elevado nível de antioxidantes que protegem as células contra os efeitos dos radicais livres. Como atua no organismo? A ação benéfica no organismo é intensa e variada. Pela sua natureza a fruta possui uma potente ação preventiva de cancro, tem benefícios sobre a flora intestinal e regula o trânsito intestinal, bem como o funcionamento da vesícula biliar. Comer fruta auxilia substancialmente a regulação do colesterol sanguíneo com o consequente benefício em termos cardiovasculares. Pela sua elevada densidade nutricional e baixo valor energético esta é um bom instrumento no controle.