Português condenado a pena de prisão na Suíça por excesso de velocidade

Emigrante de 32 anos foi acusado de quatro crimes de excesso de velocidade no final de 2015. Homem não compareceu no tribunal e autoridades suíças desconhecem o seu paradeiro.

0
186
© Reuters

O tribunal suíço da cidade de Friburgo condenou um emigrante português a dois anos e meio de prisão, um dos quais em regime de prisão efetiva. O homem de 32 anos estava acusado de quatro crimes de excesso de velocidade, cometidos no final de 2015.

O homem não compareceu em tribunal durante o seu julgamento e as autoridades suíças desconhecem o seu paradeiro.

Este emigrante português foi filmado a conduzir a 150, a 180 e a 200 km/h na estrada entre Chénens e Villaz-St-Pierre, em três ocasiões diferentes. O limite de velocidade nesta via é de 80 km/h. O outro crime por excesso de velocidade foi cometido no parque de estacionamento do karting de Payerne, onde o português atingiu os 120 km/h.

As imagens dos vídeos facilitaram o trabalho da justiça suíça. A polícia já seguia este português e o seu grupo de amigos, que fazem parte de um grupo de ‘tuning’ na região de Estavayer-le-Lac.

Este homem de 32 anos já tinha sido também acusado de ter feito modificações no seu carro que não são permitidas pela lei suíça. Nomeadamente, a instalação de um turbo não homologado.

Fonte:NM