Lenda da moura Salúquia

0
528

Esta lenda passou-se em Moura. Moura pertenceu aos árabes […] e tem um castelo com uma torre muito grande que dá para um jardim. Conta-se que a moura que lá morava, que era a moura Salúquia, estava à espera para casar. Estava lá na torre, viu vir muitos cavaleiros e pensava que era o noivo que tinham chegado, mas eram os cristãos, porque eles eram mouros e os cristãos queriam tomar a cidade. […]

Quando os mouros vinham no caminho encontraram os cristãos. Os cristãos mataram o príncipe que vinha a casar com a princesa Salúquia e vestiram as roupas deles. Quando os viu vir pensou que eram eles e então abriu os portões do castelo para eles entrarem (ela pensou sempre que era o noivo que vinha com a comitiva para o casamento). Eles entraram e só depois quando estavam lá dentro é que ela se apercebeu que não eram eles e do que tinha feito, que não eram eles mas sim os invasores que iam apanhar o castelo e a matá-la a ela e aos pais. Para eles não tomarem a torre onde ela estava, jogou-se da torre com a chave na mão. Então ficou caída cá em baixo no jardim mas não lhe serviu de nada porque eles já tinham tomado a cidade.

Assim, Moura passou a ser cristã e deixou de pertencer aos mouros, porque eles expulsaram os mouros. A cidade tinha outro nome, na altura, e passou a chamar-se Moura em homenagem à moura Salúquia. Tem lá a característica dos azeites que tem uma torre no rótulo e o nome Salúquia e existe uma zona em Moura que se chama o Bairro da Salúquia em homenagem à moura que se matou por amor[…].