Jessica Augusto conquista a medalha de bronze na maratona

0
147

Jessica Augusto conquistou este sábado a medalha de bronze da maratona nos Campeonatos Europeus de atletismo, conseguindo a primeira presença no pódio para Portugal no evento que decorre em Zurique, na Suíça.

A atleta portuguesa, de 32 anos, detentora da melhor marca do ano (2:24.25 horas), completou a prova em 2:25.41, atrás da francesa Christelle Daunay, nova campeã europeia, que terminou com 2:25.14, e da italiana Valeria Straneo, medalha de prata, com um registo de 2:25.27.

Vice-campeã europeia de 10.000 metros em 2010, Jessica Augusto alcançou a sua segunda medalha em campeonatos continentais e deu a Portugal a sexta medalha na maratona, depois dos títulos de Rosa Mota (1982, 1986 e 1990) e Manuela Machado (1994 e 1998).

O resultado da bracarense, associado aos de Filomena Costa, que terminou em 15.º (2:32.50), e Marisa Barros, que na sua primeira maratona do ano e vinda de quase duas épocas de combate às lesões ficou no 20.º lugar (2:34.35), garantiu a Portugal o segundo posto na Taça da Europa de maratona, atrás da Itália. A outra portuguesa em prova, Doroteia Peixoto, abandonou depois dos 25 km.

Depois de ter alcançado, na maratona de Londres, a sua melhor marca, que a consolida como segunda portuguesa de sempre, atrás de Rosa Mota, Jessica Augusto ambicionava justificadamente o ouro, mas ficou a 27 segundos desse objetivo, perante duas atletas bastante mais experientes: Daunay (39 anos), duas vezes top-10 em Mundiais, e Straneo (38), vice-campeã do Mundo no ano passado.

No entanto, Jessica mostrou-se ao nível das melhores, já que o trio do pódio esteve um degrau acima das restantes nestes 42,195 km. A quarta classificada, a croata Lisa Christina Nemec (2:28.36), chegou quase três minutos depois da portuguesa, e a quinta, a turca de origem etíope Elvan Abeylegesse (2:29.46), gastou mais quatro minutos.

Jessica Augusto, que de início ficou ligeiramente para trás em relação ao grupo da frente, fez uma corrida extremamente regular – cada légua na casa dos 17 minutos – e nunca saiu do seu ritmo. Décima aos 5.000 metros, Jéssica foi aproveitando as sucessivas quebras entre as primeiras e passou em quinto à meia maratona e em terceiro aos 30 km.

Sempre com as líderes à vista e diferenças na ordem dos 10/20 segundos, a portuguesa, sétima classificada na maratona dos Jogos Olímpicos Londres2012, não conseguiu anular o pequeno fosso face a Straneo e Daunay, que “disparou” para a vitória aos 40 km.

“Trabalhei muito para esta medalha”
Jéssica Augusto, satisfeita com a conquista da medalha de bronze na maratona nos Europeus de atletismo de Zurique, contou que teve de ouvir o seu corpo para chegar ao pódio.

“Estou satisfeita por ganhar a primeira medalha de Portugal. Trabalhei muito para esta medalha e penso que de uma forma muito inteligente”, afirmou a portuguesa, que terminou a prova a 27 segundos da vencedora, a francesa Christelle Daunay.

Jéssica Augusto, de 32 anos, detentora da melhor marca do ano (2h24m25s feitas em Londres), completou a prova em 2h25m41s, contra as 2h25m14s da nova campeã europeia, enquanto a italiana Valeria Straneo, medalha de prata, terminou com um registo de 2h25m27s.

“Eu ia no primeiro grupo na primeira volta, mas depois fiquei para trás porque tive de ouvir o meu corpo, que me estava a dizer para ir com outro ritmo. Recuperei no final e fiquei contente por ganhar o bronze”, explicou a atleta bracarense em conferência de imprensa.

Jéssica Augusto fez uma corrida regular e nunca saiu do seu ritmo. Décima aos 5.000 metros, Jéssica foi aproveitando as sucessivas quebras entre as primeiras e passou em quinto à meia maratona e em terceiro aos 30 km.

Sempre com as líderes à vista e diferenças na ordem dos 10/20 segundos, a portuguesa, sétima classificada na maratona dos Jogos Olímpicos de 2012, não conseguiu anular o pequeno fosso face a Straneo e Daunay, que “disparou” para a vitória aos 40 km.

“Eu corri a maratona de Londres [em Abril], mas depois descansei durante duas semanas, por isso hoje não foi assim tão difícil. É a minha terceira maratona esta época [incluindo Yokohama, em Novembro de 2013], agora vou descansar para os Jogos Olímpicos Rio2016. Não planeio correr nos Campeonatos do Mundo [de 2015]”, acrescentou.

O resultado de Jéssica, associado aos de Filomena Costa (15.º lugar, com 2h32m50s) e Marisa Barros (20.º, com 2h34m35s), garantiu a Portugal o segundo posto na Taça da Europa de maratona, atrás da Itália. A outra portuguesa em prova, Doroteia Peixoto, abandonou depois dos 25 km.