Funicular mais íngreme do mundo abre este domingo

O funicular Schwyz-Stoos, nos Alpes Suíços, substitui o antigo que funcionava desde 1933.

0
70
Urs Flueeler/EPA

O funicular mais íngreme do mundo abre este domingo na Suíça. O Schwyz-Stoos, que custou 44,6 milhões de euros, foi saudado como um triunfo de engenharia e design modernos, noticia o jornal britânico Guardian. Uma função de ajuste de nível irá permitir que as carruagens permaneçam na horizontal enquanto o funicular sobe a montanha até 10 metros por segundo.

O funicular, composto por duas linhas de carruagens cilíndricas lembrando barris de cerveja, irá permitir que os passageiros fiquem em posição vertical, quer subam ou desçam a pista de 1720 metros. Durante 743 metros o percurso chega a ter inclinações de 110% (47,7º).

O novo meio de transporte irá ter como ponto de partida a estação do vale perto de Schwyz, na aldeia de Stoos, a cerca de 50km a Sul de Zurique e 1300 metros acima do nível do mar. Ivan Steiner, porta-voz da companhia ferroviária, disse que o funicular substitui um equipamento antigo, que funcionava desde 1933. “Depois de 14 anos a planear e a construir, estamos muito orgulhosos”, disse Steiner ao Guardian.

O The Gondola Project, um site dedicado a sistemas de transporte por cabo, afirma que o projecto enfrentou diversos desafios mesmo antes de ter começado a ser produzido. “Os designers analisaram 15 opções diferentes antes de seleccionarem o alinhamento da rota e a tecnologia pretendida”, escreve.

“O funicular Stoos foi projectado com um sistema de ajuste de inclinação que permite que as cabines, com capacidade para 34 passageiros, permaneçam sempre na horizontal”, lê-se. O funicular Gelmerbahn, em Berna, era até agora o funicular mais íngreme do mundo, com um gradiente máximo de 106%.

Fonte: Publico