Estará a Suíça a perder a sua beleza? O número de estrangeiros está a diminuir drásticamente.

Segundo os números apresentados recentemente pelo Departamento Federal de Estatística, no primeiro semestre de 2017 entraram na Suíça 15'000 cidadãos provenientes da EU. Nunca foram tão poucos desde a entrada em vigor da livre circulação.

0
33
Três anastesistas do Inselspital de Berna. Três países diferentes: um suíço, um alemão e um belga (da esquerda). (Imagem de arquivo) foto: Keystone/Lukas Lehman

O problema da emigração, que conheceu o grade pico em 2008, com alguns partidos a pronunciarem-se contra, lançando até algumas campanhas contra em 2016, vê agora o reverso.

Conforme o Departamento Federal de Estatística, o primeiro semestre do ano em curso apenas 15’000 estrangeiros procuraram obter o seu lugar de trabalho e vida no país helvético, o que é muito pouco se comparararmos com o mesmo espaço de tempo em 2008, quando entraram na Suíça cerca de 40’000. Os números têm baixado desde 2013.

Estas nobvas estatísticas não surprenderam muito a comunicação social suíça. O jornal “Blick” já no final do mês de Junho adiantava resultados comparativos.

Será que os outros estão a melhorar?

Quais serão as razões para a diminuição da emigração?

Em primeiro lugar a situação melhorou nos países fornecedores de mão de obra e de onde provinham a maior parte dos emigrantes. Segundo o jornal “Tages-Anzeiger” que cita Jan-Egbert Sturm, director do Ciclo Business Reserach (KOF) na ETH de Zurique: “Na Alemanha, a economia está em expansão, mas também em Espanha e Portugal a recuperação está a ter lugar”. Excepção grave está a ser a Itália. O país da bota, nos últimos três anos, substituíu Portugal, como maior fornecedor de emigrantes para a Suíça.

A Suíça já foi mais atrativa

A segunda razão: a Suíça já não é tão “sexy” como antes. O mercado de trabalho está enfraquecendo, em parte por causa do franco. Apesar da última pequena desvalorização continua forte.

O professor basiliense George Sheldon, especialista em mercado de trabalho, disse: “A emigração na Suíça é determinada prrincipalmente pela procura económica das empresas suíças. Os estrangeiros sózinhos dificilmente viriam até nós para procurar emprego.

Este gráfico mostra os números relativos à emigração para a Suíça no período de Janeiro a Junho dos diversos anos, de cidadãos provenientes dos 28 estados membros EU e dos estados membros EFTA.


Artigo original, em língua alemâ, AQUI