Rota das Vinhas de Cister

A Rota das Vinhas de Cister faz-se numa das mais recentes regiões vitivinícolas portuguesas, a de Távora-Varosa. Mas se a classificação é recente, a região tem uma história que se confunde com os primórdios da nacionalidade e, em particular, com a herança dos monges de Cister.

Os religiosos cistercenses deixaram um legado impressionante de templos e abadias e tradições fortes e duradouras no cultivo da vinha, que ainda hoje marcam o carácter da região. Terra de minifúndio, desenvolve-se em planalto montanhoso e tem invernos frios e chuvosos e verões quentes e secos.
É uma das zonas onde o vinho espumante apresenta características excepcionais, albergando, na sub-região marcada pelo rio Varosa, uma das mais afamadas casas produtoras, a Murganheira, com cave escavada em rocha granítica que chega aos 72 metros de profundidade.
Para além de um notável conjunto de edifícios religiosos e de uma produção vitivinícola que continua a distinguir-se pela qualidade, as terras trilhadas pelos laboriosos monges de Cister destacam-se, nos dias de hoje, por produtos de justa fama, como são os casos das cerejas de Resende, da carne da raça arouquesa e de guloseimas como as cavacas e os biscoitos da Teixeira, os presuntos, as bôlas e os enchidos de Lamego.
Um passeio irresistível !!!