Museu Serpa Pinto Cinfães

O Museu Serpa Pinto, situado na sede do município na envolvente ao Jardim com o mesmo nome, foi inaugurado a 20 de Abril de 2000, tendo contribuído para uma nova dinâmica cultural.

Está em exposição permanente o espólio arqueológico do museu. Na sala de exposições temporárias têm sido apresentados trabalhos de artes plásticas de diversos artistas. O museu tem ainda disponível um espaço destinado à dinamização e divulgação turística, promovendo periodicamente eventos de carácter educativo.

Alexandre Alberto da Rocha Serpa Pinto, figura mais ilustre do concelho de Cinfães, nasceu em 1846 na Quinta das Poldras, freguesia de Tendais. Passou grande parte da sua infância no Brasil, tendo ingressado em 1858 no Colégio Militar, em Lisboa. Cursou direito em Coimbra, curso que viria a abandonar para se dedicar por inteiro à carreira militar Em 1877 enceta a exploração e travessia científica no continente africano que o tornou célebre. Em 1881 é publicada a obra da sua autoria intitulada: “Como Eu Atravessei a África”. Em 1900 é eleito deputado pelo círculo de Cinfães. Falece em Dezembro deste mesmo ano sendo sepultado no cemitério dos Prazeres, em Lisboa, onde jaz.

É a este ilustre filho de Cinfães que o município ora presta homenagem no primeiro centenário da sua morte.