Biblioteca Municipal de Vila Nova de Paiva

A Biblioteca Municipal de de Vila Nova de Paiva foi aberta em Janeiro de 1988, no centro da vila, e inaugurada no ano seguinte por David Mourão Ferreira.

É a Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) que está na origem do serviço público de leitura. Desde meados da década de ‘60 chegava às freguesias a Biblioteca Itinerante da FCG, partindo do concelho limítrofe de Moimenta da Beira.
Nos anos de 1999 e 2000 o Município concorreu ao Programa da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas. O estudo prévio viria a ser seleccionado em terceira oportunidade, em Fevereiro de 2002. O local indicado para a implantação do equipamento, com área superior a 2 000 m 2, coincide nas instalações de uma antiga escola do Ensino Primário, precisamente a última morada da BMAR.
Ali se iniciaram actividades de Serviço Educativo e um programa de exposições temporárias, a Biblioteca Itinerante e a Iniciativa Bibliocaixas, projectos de literacia digital e Leitura Especial. Esse núcleo de actividades prossegue agora no Auditório Municipal Carlos Paredes, onde se situa um Centro de Documentação que transitoriamente assegura os serviços mínimos de Leitura Pública, através do acesso às colecções da BMAR.