A lenda de Celorico da Beira

0
376

Em 1245, era alcaide-mór de Celorico, D. Fernando Rodrigues Pacheco, por D. Sancho II. Sendo este rei deposto, e nomeado governador do reino seu irmão, o conde de Bolonha (depois D. Affonso III) persistiu o bravo alcaide-mór na sua fidelidade ao rei; pelo que D. Affonso lhe veio pôr cêrco, que durou muitos mezes. Estando o castello proximo a render-se pela fome, por acaso uma aguia deixou cair sobre o castello uma truta. O alcaide a mandou de presente a D. Affonso, significando-lhe que na praça havia abundancia; pelo que este abandonou o cêrco.